Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Antes ‘estatizante’, Bolsonaro diz que ‘evoluiu’

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que “evoluiu” ao aderir às práticas do livre mercado da época da campanha eleitoral até os dias de hoje, quando celebra o acordo firmado em seu governo entre o Mercosul e a União Europeia. “Confesso que, em grande parte, eu tinha ideias estatizantes, mas todos nós evoluímos. Nós acreditamos que somente o livre comércio, onde o indivíduo é forte e não o Estado, é que podemos sonhar com democracia, liberdade e prosperidade. Estamos alinhados”, disse ele durante entrevista a jornalistas na manhã deste sábado, 29, no Japão (fim da noite de sexta-feira no Brasil). Diferente de Bolsonaro, o chanceler Ernesto Araújo, que já teorizou contra o “globalismo”, afirma que não foi ele próprio que mudou, mas a União Europeia.

O acordo, na opinião de Bolsonaro, deverá atrair negócios com outros países. “Outros países devem fazer acordo conosco”, segundo lhe repassaram de Bruxelas os ministros Araújo e Tereza Cristina, da Agricultura. “Os ministros estão muito felizes com esse desenlace após 20 anos”, comemorou, informa o Estadão.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroUnião EuropeiaMercosul