Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Anvisa aprova normas para uso emergencial de vacinas contra covid-19

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Em decisão unânime, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quinta-feira, 10, uma resolução com normas para a autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, de vacinas contra a covid-19 no País.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Foto: Mariana Leal/ Anvisa

A agência ainda não recebeu pedidos de uso emergencial de imunizantes. Apenas as desenvolvedoras de vacinas que tem estudos de fase 3 em andamento no Brasil podem fazer este pedido.

“A autorização de uso emergencial e temporária de uma vacina contra a Covid-19 é restrita a um público previamente definido. Ela não substitui o registro sanitário. A modalidade de uso emergencial e temporário está prevista em regulamento e pode trazer benefícios a determinados e controlados grupos, como medida adicional para o enfrentamento da pandemia. O pedido de uso emergencial e temporário deve ser submetido pela empresa desenvolvedora da vacina contra covid-19”, diz a Anvisa em nota.

Atualmente, há quatro vacinas com testes de fase 3 em andamento no País: o modelo desenvolvido pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade Oxford, a da chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantã, a das americanas Pfizer e BioNTech, além da vacina da Janssen-Cilag (Jhonson & Jhonson).

 

Tudo o que sabemos sobre:

anvisauso emergencialvacinaCovid-19