Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Anvisa autoriza importação 6 milhões de doses da Coronavac

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira, 23, a importação de 6 milhões de doses da Coronavac, popularmente conhecida como “vacina chinesa” pelos partidários de Jair Bolsonaro. A autorização foi dada ao Instituto Butantan, que está desenvolvendo a droga junto de empresas da China.

A autorização foi dada um dia depois da entidade brasileira questionar o prazo para importação de insumos. A importação das vacinas não permite o uso. O Instituto Butantan será responsável por armazenar e não permitir a sua utilização. Para a distribuição da vacina será necessário a aprovação da Anvisa.

“Na importação em caráter excepcional de produto sem registro, é de responsabilidade do importador garantir a eficácia, segurança e qualidade do produto, inclusive o monitoramento do seu uso e o exercício da farmacovigilância. Adicionalmente, a utilização do produto ficará condicionada à obtenção de seu registro sanitário junto à Anvisa”, diz comunicado do órgão.