Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ao menos 30 candidatos e 515 eleitores já foram presos ou conduzidos hoje

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Até a tarde deste domingo de primeiro turno da eleição municipal o País registrou a prisão de 515 eleitores desde a meia noite, segundo dados da Operação Eleições 2020 do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O balanço atualizado até às 13h mostra a ocorrência de ao menos quatro tentativas de homicídio contra candidatos. 

Um segundo levantamento, divulgado no início da tarde pelo Tribunal Superior Eleitoral, apontou a prisão de ao menos 30 candidatos. De acordo com o balanço do Ministério, no entanto, esse número já estaria em 52 candidatos. Dos candidatos presos, segundo o TSE, cinco foram por divulgação de propaganda, proibida no dia da votação, 20 por boca de urna, três por corrupção eleitoral, um por uso de amplificadores para divulgação de número de urna e um por transporte ilegal de eleitores. As prisões ocorreram em Goiás (2), Mato Grosso do Sul (1), Paraíba (1), Pernambuco (2), Paraná (5), Rio de Janeiro (2), Sergipe (9) e Minas Gerais (8). 

Também foram contabilizadas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública 169 ocorrências de compra de votos e 285 casos de boca de urna. Ainda há 26 registros de “fatos e imputações inverídicas (fake news)” e 39 “indicações de desinformação sobre o processo eleitoral”. Foram 720 ocorrências eleitorais até o m