Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Apib lança campanha contra avanço da covid-19 sobre povos indígenas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Neste domingo, 9, Dia Internacional dos Povos Indígenas, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) promove a live “Maracá – Emergência Indígena” para estimular a solidariedade nacional e internacional em atenção às consequências da disseminação da covid-19 entre povos indígenas brasileiros. Segundo a entidade, a doença matou 651 indígenas, atingiu 148 povos e contaminou 23.339 indivíduos indígenas até o momento.

“Diante da negligência do Estado, construímos o plano de enfrentamento à Covid-19 Emergência Indígena com orientações e ações de cuidado à saúde, ações judiciais e estratégias de comunicação e informação sobre medidas de prevenção. Agora chegou a vez de transformar o plano em ação. Por isso, invocamos a força do maracá, um símbolo marcante dos povos indígenas, para mobilizar apoiadores a salvar vidas e evitar que a pandemia de Covid-19 provoque mais danos aos povos do Brasil”, informa a Apib.

Entre os artistas que vão tocar o maracá na transmissão estão Caetano Veloso, Chico Buarque, Milton Nascimento, o “xamã” José Celso Martinez, Fernanda Montenegro, Anitta, Sônia Braga, Criolo, Sebastião Salgado, Philip Glass, Gloria Groove, Alec Baldwin, Arnaldo Antunes, Chico César, Arrigo Barnabé, Antônio Pitanga, José Miguel Wisnik, entre tantos outros ambientalistas, lideranças indígenas e representantes do setor artístico.

Tudo o que sabemos sobre:

Apibmaracá