Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Após ameaças à Cúria, Ibaneis fecha Esplanada por dois dias

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), publicou um decreto nesta terça, 16, de fechamento da Esplanada dos Ministérios por dois dias, hoje e quarta-feira, 17. Um dos principais argumentos do governo são as ameaças detectadas pela inteligência do governo por parte de integrantes do grupo 300 pelo Brasil ao bispo dom Marcony Vinícius Ferreira, ligado a Ibaneis, da Cúria Metropolitana, situada na Catedral Nossa Senhora Aparecida.

Esplanada dos Ministérios em Brasília, em vista aérea

Esplanada dos Ministérios em Brasília, em vista aérea. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O decreto também se justifica pelas aglomerações verificadas nos últimos dias na Esplanada dos Ministérios, que contrariam as medidas sanitárias de combate ao novo coronavírus; as ameaças declaradas por alguns dos manifestantes aos Poderes constituídos; a ameaça de manifestações com conteúdos anticonstitucionais; e porque a situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde publica, a fim de evitar uma maior proliferação da doença no Distrito Federal.

Fica, assim, proibido o trânsito de veículos e pedestres desde a Rodoviária do Plano Piloto até a Praça dos Três Poderes, perímetro liberado somente a autoridades devidamente identificadas.