Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Após caso de assédio, OAB-SP pede que o deputado perca o mandato

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Após episódio de assédio na última quarta-feira, 16, na Assembleia Legislativa de São Paulo, a seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil enviou ofício ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa de São Paulo em que cobra providências da comissão sobre a conduta do deputado estadual Fernando Cury e sugere que o parlamentar tenha o mandato cassado.

Em vídeo transmitido na Alesp, deputado Fernando Cury aparece colocando a mão na lateral dos seios de Isa Penna Foto: Facebook Fernando Cury / Reprodução

Na madrugada de quarta, 16, Cury foi gravado passando a mão no seio da deputada Isa Penna (PSOL) durante sessão em plenário. Após a divulgação do vídeo, Cury foi afastado pelo Cidadania de todas as funções que exercia dentro do partido.

O ofício foi encaminhado pelo Observatório de Candidaturas Femininas do OAB-SP. O documento, que é assinado pela coordenadora-geral do Observatório, Maíra Calidone Recchia Bayod, aponta que o ato do deputado “merece aprofundada investigação do Conselho, diante das infrações éticas, sem prejuízo dos âmbitos cíveis e criminais que poderão ser ajuizados pela deputada, por serem, em ambas situações, procedimentos incompatíveis com o decoro parlamentar”.