Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Após embate com governo, ACM Neto comemora evento do clima

Equipe BR Político

Após quase ter sido cancelada pelo ministério do Meio Ambiente, a Semana do Clima, evento da ONU que discute temas ambientais, tem início nesta segunda-feira, 19, em Salvador (BA), com as bençãos do prefeito ACM Neto (DEM). “Esse é um evento com apelo muito especial em função da discussão do clima, da sustentabilidade, e do impacto das mudanças climáticas”, escreveu o prefeito soteropolitano, no Twitter. Em transmissão ao vivo nas redes sociais, Neto voltou a afirmar que “não mediu esforços” para que o evento ocorresse.

O clima começou a pesar em maio, quando o Itamaraty anunciou que o Brasil não sediaria a Conferência da ONU COP25, prevista para novembro deste ano. Como a Semana do Clima seria uma preparação para a conferência, após o cancelamento da COP, o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) achou por bem cancelar também a agenda na Bahia. “Vou manter um encontro que vai preparar um outro, que não vai acontecer mais no Brasil, por quê? Vou fazer uma reunião para a turma ter oportunidade de fazer turismo em Salvador? Comer acarajé?”, disparou Salles à época. Enquanto isso, nesta segunda-feira, 19, o presidente Jair Bolsonaro não esqueceu de comentar o tema nas redes sociais. “Meio ambiente pode e vai casar com o desenvolvimento. Enquanto eu for presidente, o desenvolvimento estará acima de tudo”, disse. Ontem, o chefe do Executivo publicou um vídeo criticando a Noruega, que retirou o apoio ao Fundo Amazônia, por caçar baleias ao mesmo tempo em que defende bandeiras ambientais. Acontece que o vídeo, na verdade, traz imagens da Dinamarca.