Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Após ‘pacificação’, governadores voltam a criticar Bolsonaro

Gustavo Zucchi

Após a “pacificação” na questão do ICMS sobre os combustíveis em reunião com Paulo Guedes na última semana, os governadores voltaram a criticar o presidente Jair Bolsonaro, desta vez em uma carta aberta. O “gatilho” desta vez, além da questão tributária, foram as críticas do presidente aos PMs da Bahia na morte do miliciano conhecido como “Capitão Adriano“. O documento, assinado por 20 governadores,  diz que atitudes recentes de Bolsonaro não contribuem para “a evolução da democracia no Brasil”.

O presidente, Jair Bolsonaro

O presidente, Jair Bolsonaro Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“É preciso observar os limites institucionais com a responsabilidade que nossos mandatos exigem. Equilíbrio, sensatez e diálogo para entendimentos na pauta de interesse do povo é o que a sociedade espera de nós”, afirmam os governadores na carta. Eles também convidam Bolsonaro a participar do próximo Fórum dos Governadores, que acontece no dia 14 de abril.

Confira a carta na íntegra: