Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Após pressão, governo libera R$ 2,2 bi em emendas

Equipe BR Político

Depois de ver sessões sendo esvaziadas, o governo cedeu à pressão do Congresso e acelerou a liberação de emendas em novembro. O medo era de ver a agenda econômica ser travada pelos parlamentares, que cobravam a o valor desde o período de negociações pela reforma da Previdência.

Desde o início do mês, foram empenhados R$ 2,26 bilhões. É o segundo maior repasse feito em um único mês desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu. Em julho, durante as discussões da reforma da Previdência, foram desembolsados R$ 3 bilhões, informou o Estadão.

Tudo o que sabemos sobre:

pressãogovernoemendas