Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Após ‘vitória’ da vacina chinesa, Doria viaja a Brasília

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na esteira do anúncio de que o Ministério da Saúde vai comprar 46 milhões de doses da vacina coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantã, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), vai Brasília, nesta quarta-feira, 21, para tentar capitalizar o que seus aliados consideram uma vitória política do tucano contra o presidente Jair Bolsonaro.

O governador de São Paulo, João Doria

O governador de São Paulo, João Doria Foto: Governo SP

O governador vai circular pelo Congresso Nacional acompanhado pelo Secretário de Estado de Saúde, Jean Gorinchteyn, o secretário especial do governo de São Paulo em Brasília, Antonio Imbassahy, e o diretor do Instituto Butantã, Dimas Covas. No período da tarde, Doria e sua comitiva estadual participam de uma reunião com o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres.

Segundo o Palácio dos Bandeirantes, a expectativa é que a aquisição das vacinas ocorra até o final do ano, após o imunizante obter o registro da Anvisa, e que a vacinação tenha início já em janeiro. O ministério informou que investirá R$ 1,9 bilhão na compra. O recurso extra será liberado por meio de medida provisória.

 

Tudo o que sabemos sobre:

João DoriavacinaBrasília