Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aprovação de Bolsonaro segue estável, aponta Datafolha

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A prisão do ex-assessor Fabrício Queiroz na última semana não interferiu na popularidade do presidente Jair Bolsonaro, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira, 26. O ex-auxiliar de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) é amigo do presidente há mais de 30 anos. Ele é apontado como o elo entre a família e a milícia do Rio de Janeiro.

O presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Bolsonaro manteve sua aprovação em 32%, o mesmo índice do fim de maio (33%). A rejeição ao governo é de 44%, ante 43% da rodada anterior, enquanto os que avaliam Bolsonaro como regular estacionaram nos 23% (eram 22%).

Em relação à confiança nas declarações do presidente, 46% dizem nunca confiar, 20% afirmam que sempre confiam e 32% apontam que o fazem às vezes.

O Datafolha ouviu 2.016 pessoas por telefone entre terça, 23, e quarta-feira, 24. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.