Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aprovar a privatização da Eletrobrás não será fácil

Marcelo de Moraes

Jair Bolsonaro vai assinar esta tarde o projeto de lei que trata da privatização da Eletrobrás. Colocar a assinatura presidencial no texto será a única parte fácil desse processo de venda da empresa. Porque as resistências à privatização da Eletrobrás no Congresso são muito grandes, especialmente nas bancadas do Norte e Nordeste.

O governo estima conseguir uma arrecadação de R$ 16,2 bilhões com a venda, que poderia ocorrer já no próximo ano, caso o Congresso aprove a proposta. Só que, para se ter uma ideia de como a ideia não é consensual no Parlamento, entre os críticos da privatização está o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é a favor.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eletrobrás