Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aras diz que ‘recebeu com tranquilidade’ decisão do STF

Equipe BR Político

Em nota divulgada pela Procuradoria-Geral da República, na manhã deste sábado, 16, o procurador-geral, Augusto Aras, afirma ter recebido com “tranquilidade” a decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, de negar recurso da PGR e determinar que seja fornecida a lista dos membros da instituição que têm acesso a relatórios financeiros sigilosos produzidos nos últimos três anos por órgãos de controle financeiro.

“O procurador-geral da República, Augusto Aras, recebeu com tranquilidade as considerações apresentadas pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, para que o Ministério Público Federal (MPF) forneça voluntariamente informações acerca de cadastro e acesso de membros da instituição a Relatórios de Inteligência Financeira (RIFs)”, diz a nota.

Como você leu no BRP, no último dia 25 de outubro, Toffoli havia ordenado que fossem enviados ao STF todos os relatórios financeiros produzidos de 2016 até agora pelo antigo Coaf, além de representações fiscais da Receita Federal.

Além de pedir acesso aos dados, a decisão do presidente do STF determinou que a UIF especifique quais instituições e agentes estão cadastrados para o acesso às informações financeiras sigilosas das 600 mil pessoas e empresas.

Tudo o que sabemos sobre:

PGRAugusto ArasDias ToffoliSTF