Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aras pede abertura de inquérito para investigar atos antidemocrático

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Nesta segunda-feira, 20, o procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal, abertura de inquérito para investigar os atos que ocorreram no último domingo, 19, pedindo fechamento do Congresso e do STF, intervenção militar e aplicação do AI-5. O inquérito deve apurar “fatos em tese delituosa envolvendo a organização de atos contra o regime da democracia participativa brasileira.”

O presidente Jair Bolsonaro participou do ato em Brasília, perto do quartel general do Exército. O PGR não cita Bolsonaro no documento, porque não há indícios de sua participação na organização dos atos, segundo apurou o Estadão. Pessoas com foro, como deputados federais, deverão ser investigados pelo STF, pois Aras alega que os atos foram cometidos “por vários cidadãos, inclusive deputados federais”