Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aras quer ‘corrigir’ Lava Jato

Equipe BR Político

O procurador-geral da República, Augusto Aras, voltou a falar em “pequenos desvios e excessos” da Operação Lava Jato, que, segundo ele, serão corrigidos junto à Procuradoria-Geral. Segundo Aras, a Lava Jato tem passado por dificuldades, em parte relacionadas à publicação de mensagens atribuídas aos integrantes da força-tarefa.

As correções que ele julga necessárias, no entanto, não invalidariam condenações passadas no âmbito da operação. “Não tem um condão de invalidar a verdade dos fatos já apurados e por isso não teria a força para desconstituir os julgados até aqui proferidos”, disse Aras durante participação no Programa Poder em Foco do SBT, no domingo, 27.

A respeito do coordenador da força-tarefa em Curitiba, Deltan Dallagnol, o PGR disse que eventuais punições ou inquéritos contra o procurador não o impedem de “continuar contribuindo no combate à macrocriminalidade”. Deltan responde a um processo disciplinar no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), protocolado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) que o acusa de ter feito campanha contra ele na internet no período da eleição para a presidência do Senado.

Tudo o que sabemos sobre:

Augusto ArasDeltan DallagnolLava Jato