Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Arquiteto da hegemonia verde-oliva’

Equipe BR Político

“O presidente se perfilou diante do general que respirava por máscara. Bateu continência, debruçou sobre a cadeira de rodas, e segredou-lhe algo. Então, encarou a plateia fardada: ‘Obrigado, comandante Villas Bôas. O que nós já conversamos morrerá entre nós. O senhor é um dos responsáveis por (eu) estar aqui'”, escreveu José Casado no Globo.

O colunista aponta que talvez seja útil à curadoria militar do governo Bolsonaro a presença de Villas Bôas no núcleo de conselheiros presidenciais. Ele seria uma espécie de arquiteto da hegemonia verde-oliva, já que ele continua sendo o líder que “consegue evitar”.