Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

As broncas de Hardt em Lula

Equipe BR Político

A juíza Gabriela Hardt mostrou para Lula que ele não terá vida fácil, ao menos enquanto ela estiver à frente da Lava Jato em Curitiba. Durante depoimento, o petista foi reprendido pelo tom de suas falas em mais de uma ocasião. A primeira foi quando Lula quis indagar a juíza se ele era ou não o dono do sítio de Atibaia. “Senhor ex-presidente, esse é um interrogatório  e se o senhor começar nesse tom comigo a gente vai ter problema”, disse Hardt.

Posteriormente, ao reclamar do “Power Point” apresentado pelo Ministério Público onde era apontado como comandante de um esquema de corrupção,  Lula foi novamente reprendido pela juíza. “Eu se fosse presidente do PT pediria para que todos os filiados do PT no Brasil inteiro abrissem processo contra o MP”, disse Lula. “O senhor está intimidando a acusação assim. Vamos mudar o tom. Está instigando e intimidando a acusação. O senhor está estimulando os filiados do partido a tumultuar o processo. Se isso acontecer o senhor será o responsável”, avisou Hardt.

Notícias relacionadas

Tudo o que sabemos sobre:

LulaGabriela Hardt