Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

As críticas da ‘nova direita’ aos ‘checadores de fatos’

José Fucs

O debate está quente. Diante da decisão do Facebook de contratar agências de checagem de informação para identificar fake news, como Lupa e Aos fatos, grupos como MBL, Nas Ruas e Revoltados Online, e lideranças da chamada ‘nova direita’, como o economista Rodrigo Constantino e os jornalistas Joyce Hasselmann e Felipe Moura Brasil, iniciaram uma campanha nas redes sociais contra a iniciativa.

Eles afirmam, com base em ações anteriores das agências, que elas têm um viés de esquerda e raramente identificam notícias falsas propagadas por personalidades e organizações ligadas a esse campo político. Segundo eles, o projeto de checagem de informações do Facebook é uma tentativa de censurar a disseminação de ideias liberais e conservadoras no período eleitoral, como ocorreu na campanha presidencial americana. / José Fucs