Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

As pressões sobre a reforma (1)

Marcelo de Moraes

Nos últimos quatro dias, o governo gastou a maior parte de sua energia em celebrar a prisão do italiano Cesare Battisti e em entregar a promessa de campanha de facilitar a posse de arma. Com os dois gestos, Jair Bolsonaro mira seu eleitor mais apaixonado e é jogo jogado. O problema é deixar que esses temas ofusquem a principal discussão que seu governo tem na economia nessse primeiro semestre que é a reforma da Previdência.

Hoje, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o texto da proposta de reforma só será avalizado por Bolsonaro depois que ele voltar do Fórum Econômico Mundial de Davos, que acontece dia 23. Ou seja: ainda não há certeza dentro do governo sobre qual proposta será apresentada para o Congresso. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

reforma da previdência