Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Assessor da Presidência sobre CPMI das fake news: ‘Vamos pro pau’

Equipe BR Político

O assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Filipe Martins, não se conformou com o pedido de convocação da oposição para que ele compareça a audiência da chamada CPMI das fake news. O colegiado, que ainda precisa aprovar o pedido, pretende apurar ataques de milícias digitais durante a campanha de 2018, bem como a prática de cyberbullying. A revista Crusoé revelou na semana passada o envolvimento de Martins com grupos de defensores do presidente Jair Bolsonaro que, via Whatsapp, coordenam ataques contra dissidentes do governo e até fogo amigo contra integrantes da gestão.

Segundo o assessor, “há uma tentativa clara de criminalizar qualquer esforço de defesa do PR Bolsonaro e de seu governo”. Sem citar o pedido de sua convocação no colegiado, ele escreveu no Twitter nesta tarde de terça, 15, que a intenção é “criminalizar a liberdade de expressão”. Acrescentou haver movimento para “calar a internet porque ela se tornou incômoda demais”. Em um dos tuítes, diz: “Vamos pro pau!”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

fake newsFilipe MartinsCPMI das Fake News