Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Até outubro, 25,7 milhões fizeram teste de covid-19

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Subiu para 25,7 milhões o número de pessoas que, até outubro, fizeram algum teste para diagnóstico da covid-19 no Brasil. Desse total, cerca de 5,7 milhões testaram positivo para doença, o que corresponde a 22,4% das pessoas que fizeram teste e 2,7% da população, de acordo com dados da Pnad Covid-19, divulgados nesta terça-feira, 1, pelo IBGE.

Os exames mais realizados foram o teste rápido com coleta de sangue por um furo no dedo (11,4 milhões).

O Distrito Federal (23,9%) teve o maior porcentual de pessoas que realizaram testes em outubro, seguido pelo Piauí (19,1%) e por Goiás (18,9%). Na ponta inversa estão: Pernambuco (7,9%), no Acre (7,9%) e em Minas Gerais (9,3%).

Em agosto, mês em que esses dados passaram a ser divulgados, 17,9 milhões haviam feito algum teste e 3,9 milhões haviam recebido o diagnóstico positivo para o novo coronavírus.

“Frente a setembro mais 3,7 milhões de pessoas fizeram algum teste e 897 mil testaram positivo”, diz a coordenadora da pesquisa, Maria Lúcia Vieira, detalhando que pessoas entre 30 a 59 anos de idade (16,5%) e 20 a 29 anos (14,2%) fizeram mais testes do que idosos acima dos 60 anos (10,9%). E que o porcentual de realização dos testes foi maior no grupo das pessoas que ganhavam mais de quatro salários mínimos (24,6%) e que tinham nível superior completo (25,0%).

EFE/EPA/RUNGROJ YONGRIT

 

Tudo o que sabemos sobre:

IBGECovid-19testesoutubroBrasil