Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Atos modestos a favor da prisão em 2ª instância

Vera Magalhães

Atos modestos realizados em várias capitais do País pediram que o Congresso aprove mudanças legislativas que permitam o cumprimento de pena de prisão após condenação em segunda instância, repudiaram a soltura de Lula e de outros presos da Lava Jato e concentraram críticas ao STF e a ministros da Corte.

O maior foi realizado em São Paulo, na avenida Paulista, na tarde deste sábado, mas cuja adesão ficou muito aquém de manifestações anteriores no local. Apenas o quarteirão entre o Masp e a Fiesp esteve realmente lotado, graças aos caminhões de som e à convocação de movimentos como Vem pra Rua e MBL. Personalidades como a atriz Regina Duarte, a procuradora da República Thaméa Danelon, o jurista Modesto Carvalhosa e parlamentares como Carla Zambeli se revezaram em discursos a favor da prisão em segunda instância.

No Rio, a pequena concentração de manifestantes ocorreu na orla da praia de São Conrado, e não em Copacabana, como tradicionalmente ocorre. Atos foram realizados com pouca afluência em Brasília e em capitais como Porto Alegre, Florianópolis, Goiânia, Curitiba, Salvador, Manaus, Cuiabá, Fortaleza e Recife.