Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aumenta risco em Barão de Cocais

Equipe BR Político

A velocidade de movimentação da porção inferior do talude norte, da mina em Barão de Cocais (MG), chegou a 42,4 centímetros por dia. A informação foi divulgada, neste domingo, 2, pela Agência Nacional de Mineração (ANM). De acordo com o Corpo de Bombeiros, 27 militares estão na região da Barragem Sul Superior, de prontidão, com 10 viaturas.

A princípio, a mineradora, a Defesa Civil e a ANM temiam que a constante movimentação do talude provocasse a sua queda de forma brusca. Em um cenário mais grave, a vibração do colapso poderia causar o rompimento da Barragem Sul Superior, que está em nível 3, o máximo de alerta para rompimento, desde março. Esta barragem foi construída pelo método de “alteamento a montante”, o mesmo usado nas barragens que se romperam em Brumadinho e em Mariana.

Tudo o que sabemos sobre:

Barão de CocaistaludeValebarragem