por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Baixa na defesa de Lula

O ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão foi o primeiro a deixar a defesa de Lula, em meio ao conflito entre os advogados do ex-presidente. O Valor informa que Aragão achou melhor deixar o posto após divergências com Luiz Fernando Casagrande Pereira, defensor do petista na Justiça Eleitoral. Ele permanece, no entanto, como advogado do PT.

Tudo o que sabemos sobre:

Luladefesa de lulaEugênio Aragão