Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Banco Central reduz taxa de juros para 6% ao ano

Equipe BR Político

Com inflação sob controle e a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central cortou a Selic, a taxa básica de juros, em 0,50 ponto porcentual, para 6% ao ano, nesta quarta-feira, 31, informa o Estadão. Depois de 16 meses de estabilidade, decisão do Copom foi unânime. Quando a inflação está alta ou indica que vai ficar acima da meta, o Copom eleva a Selic. Com isso, os juros bancários tendem a subir, freando o crédito e o consumo.

O Copom se reúne a cada 45 dias para definir a Selic com o objetivo de buscar o cumprimento da meta de inflação fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Para 2019, a meta central de inflação é de 4,25%, com tolerância de 1,5 ponto porcentual para cima ou para baixo (ou seja, o índice pode ficar entre 2,75% e 5,75%).

Tudo o que sabemos sobre:

CopomSelic