Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Barroso critica ideia de Aras ser indicado ao Supremo

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro Luís Roberto Barroso não gostou de ver Jair Bolsonaro especulando nomear o procurador-geral da República, Augusto Aras, para um posto no Supremo. Durante uma entrevista nas redes sociais nesta sexta-feira, 29, Barroso disse que é contra a possibilidade de que “procuradores-gerais e outros cargos” sejam indicados ao STF.

“Acho que é preciso incluir o conserto do que eu considero uma falha de desenho institucional do Ministério Público na Constituição que é a possibilidade de recondução e a possibilidade de nomeação para outro cargo. Ambas as possibilidades são, a meu ver, incompatíveis com a independência. Porque a recondução, evidentemente, pode gerar a tentação de agradar. (…) Acho que quem tem que ser independente não pode ser reconduzido, portanto eu acho que teria que ser um mandato único”, disse.

Na noite da última quinta-feira, Bolsonaro disse que, caso surgisse uma terceira vaga ao Supremo, Aras seria um “nome forte”. O PGR é o responsável por fazer denúncias contra o presidente da República. Será responsabilidade de Aras, por exemplo, decidir sobre uma ação sobre uma possível interferência de Bolsonaro na PF, atualmente em fase de inquérito conduzido pelo ministro Celso de Mello.

Tudo o que sabemos sobre:

Luís Roberto BarrosoSTFAugusto Aras