Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Barroso diz que mais grave que o ataque ao STF é País sem projeto na Educação

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Ao comentar a fala do ministro da Educação, Abraham Weintraub, contra os ministros do Supremo Tribunal Federal durante a reunião ministerial do dia 22 de abril, o novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que considera que “mais grave que o ataque ao Supremo é o País que não tem projeto adequado para a Educação”. Na ocasião, Weintraub declarou: “Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF.”

O ministro Luis Roberto Barroso durante a cerimônia de posse da presidência do TSE

O ministro Luís Roberto Barroso durante a cerimônia de posse da presidência do TSE Foto: Reprodução/Youtube

“O vídeo fala por si só. E não gostaria de comentá-lo, esse é o fato político do dia, portanto não é tema especifico para um juiz se pronunciar”, disse Barroso durante coletiva de imprensa nesta terça-feira, 26. “Porém, pensando a vida do ponto de vista institucional, eu considero que mais grave que o ataque ao Supremo é o País que não tem projeto adequado para a Educação”.

Ontem, em seu discurso de posse na presidência de posse no TSE, sem citar nomes, Barroso afirmou que a “educação não pode ser capturada pela mediocridade” e que “precisamos armar o povo com educação, cultura e ciência”.