Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Barroso pede desculpas a Toffoli pelo voto ‘em javanês’

Equipe BR Político

Antes de proferir seu voto em sessão desta quarta, 27, no STF, o ministro Luís Roberto Barroso pediu desculpas publicamente ao presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, por ter dito que era preciso “chamar um professor de javanês” para entender o voto do colega, na semana passada. “Eu gostaria de expressamente reiterar o meu apreço pessoal por vossa excelência, que não é abalado por eventuais compreensões diferentes do direito em algumas situações. E nessa linha presidente eu lamento que um comentário interno que fiz já dentro do salão branco, após o julgamento de quarta-feira passada, a propósito de um conto de Lima Barreto, tenha sido captado por um microfone poderoso”, disse o ministro.

Ministros do STF Luís Roberto Barroso e Dias Toffoli Foto: Dida Sampaio/Estadão

Toffoli respondeu ao colega dizendo que a estima era recíproca. O julgamento de hoje discute o compartilhamento de dados da Receita e do antigo Coaf, hoje UIF, com o Ministério Público.