Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Barroso reage em nota à fala de Bolsonaro sobre fraude nas urnas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, respondeu institucionalmente ao mais recente disparate de Jair Bolsonaro, que voltou a levantar possibilidade de fraude nas urnas eletrônicas. O ministro emitiu uma nota repudiando a ilação do atual ocupante do Palácio do Planalto.

“Uma importante lição da história é de que governantes democráticos desejam ordem. Por isso mesmo, não devem fazer acenos para desordens futuras, violência e agressão às instituições”, disse Barroso.

A nova polêmica de Bolsonaro contra o atual sistema eleitoral brasileiro veio um dia depois que Donald Trump, modelo de gestão para o presidente brasileiro, inflamar turbas de sua militância contra o Congresso. O que causou a invasão do Capitólio na tentativa de impedir que Joe Biden fosse reconhecido como vencedor das eleições. Bolsonaro seguiu a cartilha de Trump e não apenas levantou possibilidade de fraude no pleito americano, como também disse que, em terras tupiniquins, a situação “seria pior” em 2022 sem voto impresso.

“A vida institucional não é um palanque e as pessoas devem ser responsáveis pelo que falam. Se alguma autoridade possuir qualquer elemento sério que coloque em dúvida a integridade e a segurança do processo eleitoral, tem o dever cívico e moral de apresentá-lo. Do contrário, estará apenas contribuindo para a ilegítima desestabilização das instituições”, afirmou Barroso na nota.