por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Barroso: ‘Sociedade deixou de aceitar o inaceitável’

Marcelo de Moraes

Em entrevista para o Estadão,  Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal, diz ter fé que a Operação Lava Jato terá um final bem sucedido no Brasil, ao contrário do que ocorreu com a Mãos Limpas, na Itália. Para ele, isso vai acontecer porque “a sociedade deixou de aceitar o inaceitável”.

“A professora Maria Cristina Pinotti tem – e eu também – fé de que tenhamos finais diferentes, porque a operação Mãos Limpas, na Itália, perdeu e a corrupção venceu. Lá, conseguiram mudar a legislação, cooptar a imprensa e demonizar o Judiciário. E o saldo foi que a Itália tem hoje o pior desempenho entre os países desenvolvidos do mundo. A corrupção estrutural é uma das causas desse retardamento. Aqui, no Brasil, tenho confiança de que isso não acontecerá. Primeiro, por termos hoje uma sociedade muito organizada, que deixou de aceitar o inaceitável. Em segundo lugar, acho que temos uma imprensa livre, bem independente, e hoje tem as redes sociais. O processo de cooptação que aconteceu na Itália dificilmente aconteceria aqui. No Brasil, temos um Judiciário extremamente independente. O problema do Judiciário é de eficiência, de celeridade, mas não de independência nem de qualificação técnica”, disse ao Estadão.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Luís Roberto BarrosoLava Jato