Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Batalhão de Paraisópolis é o vice campeão em mortes de civis

Equipe BR Político

O 16.º Batalhão da Polícia Militar, que foi o responsável pela operação que terminou com nove mortos no baile funk de Paraisópolis, é a segunda tropa territorial com mais mortes na cidade de São Paulo em 2019. De acordo com dados da Ouvidoria da Polícia, obtidos pelo Estadão, ao menos 14 civis morreram em ocorrências do batalhão no período entre janeiro e novembro deste ano. Não estão incluídas no levantamento as mortes no baile funk.

Hoje, a primeira posição na capital está com o 28.º BPM/M, que atua em Guaianases, na zona leste, e registrou 17 mortes durante suas ações.

Nesta semana, 31 policiais do 16.º batalhão foram afastados das ruas pelo governo do Estado, após a ação em que nove pessoas morreram pisoteadas em Paraisópolis. Anteriormente, o governo havia divulgado que eram 38 agentes.