Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BC deve reincluir parentes de políticos em norma

Vera Magalhães

Diante da repercussão negativa da redação da nova norma quanto ao monitoramento que os bancos devem fazer sobre movimentações atípicas de seus clientes, o Banco Central deve reintroduzir a recomendação para que sejam alvo de verificação mais rigorosa os parentes de pessoas politicamente expostas. Foi o que informou ao BR18 uma fonte do BC.

Por isso mesmo foi aberta uma consulta pública de prazo dilatado, argumenta a fonte. A autoridade monetária avalia, a princípio, que a retirada do limite de R$ 10 mil ajudará os bancos a aprimorar seus sistemas de controle de prevenção à lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo para analisar todos os valores. A ideia do BC era se adequar às convenções internacionais e fortalecer os mecanismos de controle, e não enfraquecê-los. Mas mesmo assim o banco entende que há razões para a controvérsia gerada e deve mudar a redação da norma após a consulta. A resolução nova só deve passar a vigorar em 2020. / Vera Magalhães

Tudo o que sabemos sobre:

BCBanco Cenrtal