Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BC no olho do furacão

Vera Magalhães

O risco político é uma explicação geral para os solavancos no câmbio e na bolsa na quinta-feira, mas analistas também apontam responsabilidade do Banco Central, que deveria ser mais contundente em negar uma possível alta dos juros. A não-redução da Selic na última reunião do Copom também teria sido um mal sinal.

O “fator BC”, aliado à incerteza no cenário político, foi apontado por vários economistas ouvidos pelo Estadão e também em entrevista da economista-chefe da XP Investimentos e colunista do jornal, Zeina Latif.

Notícias relacionadas