Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BC reduz projeção da inflação pela sexta vez seguida para 3,25%

Equipe BR Político

O mercado financeiro reduziu pela sexta vez seguida a projeção da inflação para 2020. De acordo com o Boletim Focus, do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira, 1, o índice deve ficar em 3,25%. Na semana passada, o relatório estimava inflação de 3,40% para o ano. A projeção se distanciou mais do centro da meta para 2020, de 4%, mas se mantém dentro do intervalo de tolerância, de 1,5 ponto porcentual para mais ou para menos.

Sede do Banco Central

Sede do Banco Central Foto: André Dusek/ Estadão

A projeção para 2021 continua em 3,75% de acordo com a pesquisa semanal com instituições financeiras. Para os dois anos seguintes, a expectativa para o índice também se manteve, em 3,50%. A expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) manteve-se em 2,3% para 2020 pelo relatório.

O BC prevê que a Selic, que sofreu o quinto corte consecutivo na última semana, mantenha-se no novo índice, de 4,25%, até o fim do ano. Como você leu no BRP, a redução da taxa para o patamar mais baixo da série histórica brasileira, iniciada em 1996, tenta aquecer a economia em um cenário de inflação controlada e desemprego alto.