Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bebianno a Eduardo: ‘Amadureça e pare de atrapalhar’

Vera Magalhães

O ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gustavo Bebianno, também ex-presidente do PSL e ex-coordenador da campanha de Jair Bolsonaro, respondeu a um tuíte em que o deputado Eduardo Bolsonaro ironiza a ele e a outros dissidentes do bolsonarismo, comparando-os ao Tabajara Futebol Clube, um time de pernas de pau do extinto programa Casseta & Planeta Urgente.

“Eduardo, se seu pai deixasse você sob os meus cuidados exclusivos por um mês, lá no sítio, devolveria um rapaz muito melhor”, disse o ex-advogado da família Bolsonaro ao BRPolítico, quando questionado sobre a postagem em que o filho do presidente faz um trocadilho ofensivo com seu sobrenome.

“Ao contrário de você, trabalhei e jamais precisei de cargos públicos, muito menos fantasmas. Amadureça e pare de atrapalhar”, concluiu Bebianno, que deixou o governo depois de ser alvo da artilharia de outro dos filhos de Bolsonaro, Carlos. Para Bebianno, “deslealdade é marca registrada da família Bolsonaro”.

Ele hoje é filiado ao PSDB, bem como outros dos alvos do post de Eduardo (o deputado Alexandre Frota e Paulo Marinho, suplente de Flávio Bolsonaro). Eduardo disse que João Doria Jr. estaria montando um time “Tabajara” para 2022, no qual ainda incluiu o general Carlos Alberto Santos Cruz e a ex-líder do governo no Congresso Joice Hasselmann. Só faltou dizer que o mesmo time estava sob o comando de seu pai há poucos meses, e marchou com ele na campanha.