Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bebianno: ‘Talvez eu vá para o PSDB ou DEM’

Equipe BR Político

Hoje no PSL, o ex-ministro Gustavo Bebianno ainda não se decidiu se vai para o PSDB ou o DEM, conforme afirma em entrevista à revista IstoÉ: “Eu vou deixar o PSL esta semana. Talvez vá para o PSDB ou o DEM, mas ainda não decidi”. A julgar pelos elogios e defesa que faz de Rodrigo Maia na conversa, a escolha já estaria feita. Questionado, por exemplo, sobre os antídotos contra a atual “beligerância” no País, o ex-titular da Secretaria-Geral da Presidência afirma que “o único remédio para isso é uma combinação de paciência com moderação. Coisa que o Rodrigo Maia vem mostrando. Uma pessoa bem mais jovem do que o presidente e que vem demonstrando equilíbrio bem maior”. Em outro momento da entrevista, Bebianno refuta a tese de que Maia “queria o toma lá, dá cá”. “Eu sou testemunha de que o presidente Rodrigo Maia nunca exigiu, nunca sugeriu, nunca acenou o toma lá dá cá de espécie alguma. Muito pelo contrário. A postura dele sempre foi de total apoio ao presidente”, disse.

Já seu apreço tucanato foi citado, recentemente, pelo “amigo” Paulo Marinho, em entrevista a O Dia. Marinho foi aliado de primeira classe do presidente Jair Bolsonaro, mas agora abraçou a candidatura do “amigo” João Doria (PSDB) para 2022. Sobre o ex-ministro, Marinho afirmou: “O Bebianno tem as opiniões políticas dele. Mas ele acha, como eu, que o governador Dória é um grande quadro político hoje no Brasil. Ele veio aqui (evento em sua casa) prestigiar o governador com a presença dele e veio porque é meu amigo, meu irmão e é uma pessoa que eu quero muito bem. E eu não poderia fazer uma homenagem ao governador João Dória sem que ele estivesse presente”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Gustavo BebiannoPSDBDEMRodrigo Maia