Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BNDES promete detalhar financiamento de jatinhos

Equipe BR Político

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, afirmou, nesta sexta-feira, 16, que sua gestão identificou irregularidades em trabalhos feitos no passado pelo banco, incluindo o financiamento de aproximadamente 130 jatinhos particulares a empresários entre 2009 e 2013. Segundo Montezano, o banco foi utilizado para fornecer crédito a juros baixos a clientes bilionários, em uma época de crise econômica no País. As operações foram reveladas pela chamada “abertura da caixa-preta” do BNDES. De acordo com o Broadcast Político, Montezano prometeu dar mais detalhes sobre o financiamento de jatinhos a empresários na próxima segunda-feira, 19.

Na quinta-feira, 15, em live no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro insinuou que o apresentador Luciano Huck teria sido um dos beneficiados. Huck, que cogitou concorrer à Presidência em 2018, afirmou, nesta semana, que Bolsonaro seria “o último capítulo do que não deu certo”. O presidente, em resposta, afirmou que “todo o pessoal com jatinho, (é) gente amiga do rei”. “Gente que está dizendo por aí, por exemplo, que estamos no último capítulo do fracasso do Brasil. ‘Eu sou opção para 2022’. Pode até ser, mas a gente vai mostrar o que você fez”, disse o chefe do Executivo nas redes sociais. Nesta sexta-feira, 16, Bolsonaro voltou a mencionar o caso, afirmando que há dados do BNDES que mostram financiamentos de R$ 2 bilhões para compra de aviões particulares a uma taxa de 3% a 4% ao ano. “Ele (Huck) falou que eu sou o último… Como é que é.. o último capítulo do caos. Se ele comprou jatinho, ele faz parte do caos”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Presidente Jair Bolsonarobndesluciano huck