Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaristas pedem: #FederNão

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Passadas quase 24h desde que começou a ser noticiado o convide feito pelo presidente Jair Bolsonaro a Renato Feder para assumir o Ministério da Educação, o chefe do Executivo ainda não oficializou o substituto ao professor Carlos Alberto Decolli.

Secretário de Educação do Paraná, Renato Feder. Foto: Secretaria de Educação do Paraná

Um dos motivos para isso pode ser o forte movimento que bolsonaristas fazem nas redes sociais contra o nome do atual secretário de Educação do Paraná. Desde a noite de sexta-feira, 3, a hashtag #FederNãoBolsonaro está entre os assuntos mais comentados do Twitter. Na manhã deste sábado, 4, o tema é o assunto com mais menções na rede social.

A principal crítica dos seguidores de Bolsonaro a Feder é por uma possível veia progressista. Para alguns, ele não estaria 100% alinhado com o perfil ideológico do governo. O fato de ter sido um dos principiais doadores de João Doria (PSDB) na eleição municipal de 2016 é outrod dos motivos que pesam contra Feder na balança bolsonarista.

Bolsonaro já declinou uma vez do nome de Feder. Será que os apoiadores do presidente terão força suficiente para fazer com que ele, mais uma vez, escolha outro nome?