Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaristas utilizam vídeo antigo de Drauzio Varella para minimizar covid-19

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Várias figurinhas proeminentes do bolsonarismo estão ressuscitando um antigo vídeo do Dr. Drauzio Varella para minimizar o coronavírus. A peça foi feita no final de janeiro, antes do Brasil ter casos confirmados da doença, e mostra o médico pedindo calma e falando para as pessoas continuarem a vida normalmente, tomando apenas cuidados assépticos. E avisando que a maioria das pessoas pegará apenas um “resfriadinho”. Foi o suficiente para nomes como do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) e do deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP), começarem a divulgar a peça como se fosse recente. E o médico estivesse alinhado com o pensamento do presidente Jair Bolsonaro.

Com a repercussão, Varella divulgou um novo vídeo, explicando que a epidemia é dinâmica. Ele reforça a recomendação de ficar em casa, em especial para os mais velhos e como o sistema de saúde pode ser afetado caso não ocorra o controle do contato social. Salles e Feliciano, por sua vez, avisaram em suas redes sociais que cometeram um engano, mas já era tarde: o vídeo está sendo replicado pela militância como forma de validar um menor nível de isolamento, contrariando as recomendações de infectologistas e do próprio Ministério da Saúde.

Tudo o que sabemos sobre:

Drauzio VarellacoronavírusRicardo Salles