Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Bolsonaro abre mão de depoimento em investigação de interferência na PF

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro abriu mão de prestar depoimento no inquérito que investiga a suposta interferência na Polícia Federal em petição enviada nesta quinta-feira, 26, ao Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente foi acusado pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro de tentar interferir no comando do órgão para favorecer a família.

O presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

A Advocacia-Geral da União informou que o presidente “declina do meio de defesa” de se explicar às autoridades e pede que o inquérito seja encaminhado à Polícia Federal para elaboração de relatório final e argumenta que o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril  “demonstrou completamente infundadas quaisquer das ilações que deram ensejo ao presente inquérito”. 

A AGU havia solicitado ao STF que o depoimento do presidente fosse feito por escrito, pedido recusado pelo então relator do processo, Celso de Mello, que se aposentou em outubro.