Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro agora ataca máscaras e vacinas

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Em sua live de quinta-feira, Jair Bolsonaro atacou não apenas as vacinas contra o coronavírus, as quais reforçou que não quer que sejam obrigatórias, mas também o uso de máscaras. O presidente chamou o uso do equipamento de proteção, considerado como essencial para evitar a proliferação do covid-19, de “farsa”. “Muitos médicos dizem que as máscaras não protegem bulhufas”, disse o atual ocupante do Palácio do Planalto.

Sobre a obrigatoriedade nas vacinas, o presidente deu seu próprio entendimento da lei, assinada por ele mesmo, que trata da vacinação compulsória. “A lei diz que poderão ser adotadas medidas. ‘Poderão’! Não está dizendo que ‘será tomada tal medida’”, disse. Afirmou ainda que, caso o Congresso vote algo nesta linha, que irá vetar.