Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro: ‘Assistimos à política externa, temos nossas preferências’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Enquanto os Estados Unidos vivem uma crise política com a recusa do presidente Donald Trump de aceitar resultados da apuração da eleição e com chances cada vez maiores do democrata Joe Biden ser declarado vencedor, Jair Bolsonaro, por aqui, voltou a dizer que tem “preferências” quanto ao pleito americano. Durante a formatura da Polícia Rodoviária Federal em Florianópolis (SC), o presidente afirmou que “o que acontece lá fora interessa para cada um de nós aqui dentro.”

O presidente Jair Bolsonaro durante o evento de formatura da PRF em Florianópolis

O presidente Jair Bolsonaro durante o evento de formatura da PRF em Florianópolis Foto: Reprodução/Youtube

“O momento do Brasil é difícil. Assistimos à política externa, temos nossas preferências”, disse no meio do discurso destinado aos formandos da PRF. Bolsonaro declarou abertamente o apoio a Trump diversas vezes. Nos últimos dias, enquanto os resultados da eleição americana são apurados e a indicação é a maior chance de eleição de Biden, o presidente brasileiro tem moderado o discurso direto de apoio ao republicano, o que não o impediu de copiar o negacionismo do chefe de Estado de lá e repetido defesas infundadas de que o sistema eleitoral atual permitiria fraudes.

Nesta sexta, no entanto, Bolsonaro citou Trump. O presidente afirmou que seu ídolo, cada vez mais próximo de uma possível derrota, “não é a pessoa mais importante do mundo”. “Eu não sou a pessoa mais importante do Brasil. Assim como o Trump não é a pessoa mais importante do mundo, como ele bem mesmo disse. A pessoa mais importante é Deus. A humildade temq ue se fazer presente entre nós”, disse.