Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro autoriza comemorações pelo aniversário do golpe

Equipe BR Político

Jair Bolsonaro não irá realizar no Palácio no Planalto nenhum tipo de “comemoração” ao golpe militar de 1964. Mas isso não quer dizer que o presidente não irá lembrar da data. Como informou o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, Bolsonaro incluiu na ordem do dia das Forças Armadas a comemoração dos 55 anos do golpe de 1964. Assim ficará nas mãos dos comandantes decidir o que será feito dentro de suas respectivas guarnições. O porta-voz também destacou que o presidente Jair Bolsonaro não considera como um “golpe” a tomada do poder em 1964.

“O presidente não considera 31 de março de 1964 um golpe militar. Salvo melhor juízo, se isso não tivesse ocorrido, hoje nós estaríamos tendo algum tipo de governo aqui que não seria bom para ninguém”, disse o porta-voz. Ele deixou em aberto a possibilidade de Bolsonaro participar de alguma comemoração em algum evento em memória da data, como mostra o Estadão.

Tudo o que sabemos sobre:

Golpe de 1964Jair Bolsonaro