Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro, Código de Trânsito e saneamento básico

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na noite de quarta-feira, 24, o presidente Jair Bolsonaro demonstrou, mais uma vez, quais pautas são prioritárias em seu governo. No dia em que o Congresso votou uma série de vetos às mudanças no Código de Trânsito e aprovou um novo marco legal no saneamento, o chefe do Executivo usou as redes sociais para comemorar apenas uma das medidas.

Foto: Reprodução/Facebook

A bordo de um Maverick azul, Bolsonaro destacou, em publicação no Facebook, que com a mudança aprovada na Câmara, o prazo para renovação da CNH passa a ser de 10 anos para motoristas com idade inferior a 50 anos e aumenta de 20 para 40 pontos o limite anual para suspensão da carteira de motorista.

Mais tarde, a apoiadores que o aguardavam na entrada do Palácio da Alvorada, ele disse que o projeto interessa a todo mundo: “Aprovou na Câmara hoje a carteira de motorista para dez anos. Excelente, né? A gente vai devagar, vai ajudando, né? Isso interessa para todo mundo. Em vez de dentro de cinco em cinco anos ter que procurar documentação, perder um dia na vida de trabalho, passa para dez anos aí”.

Já sobre o projeto que deve livrar 100 milhões de brasileiros do esgoto a céu aberto e 35 milhões da falta de água tratada, além de gerar investimento e empregos pelo País, ainda não recebeu uma linha de comentário por parte do presidente. Na última segunda, Bolsonaro afirmou que o projeto era prioridade no Congresso e que daria um “alívio no tocante à saúde das pessoas”.