Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro comemora Poderes ‘juntos’ contra o coronavírus

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Após comparecer nas manifestações contra o Congresso e passar as últimas 48 horas alfinetando Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, Jair Bolsonaro deu uma “assoprada” após suas sucessivas mordidas no Legislativo. Em seu Twitter, o presidente da República comemorou a “união” dos Três Poderes diante da ameaça do coronavírus. “Todos juntos! Com a união dos Poderes Executivos, Legislativo, Judiciário e população, venceremos!”, escreveu Bolsonaro.

Os presidente da República, Jair Bolsonaro, do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia

Os presidente da República, Jair Bolsonaro, do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Marcos Corrêa/PR

O Parlamento estabeleceu uma espécie de “trégua” diante das investidas de Bolsonaro. Por causa da pandemia do covid-19, por enquanto os congressistas irão deixar o “presidente falando sozinho” com sua verborragia. A prioridade no momento é conseguir aprovar as medidas necessárias para conter a doença Após os ataques de Bolsonaro, Maia e Alcolumbre responderam timidamente justamente para não dar início a uma nova escalada ofensiva entre Executivo e Legislativo. Passado o perigo, haverão novas avaliações de como ficarão as relações entre os Poderes.