Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro confia que decreto de armas não será derrubado

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro tentou passar confiança nesta quinta-feira, 13, de seu decreto que flexibilizou o porte de armas para diversas categorias. Segundo o atual ocupante do Palácio do Planalto. Ele não acredita que os senadores irão “votar contra a população” na sessão da próxima semana de pode derrubar o decreto presidencial. “A derrota não é minha. Eu não acredito que o Parlamento vá derrotar o povo. Eles decidiram em 2005 pelo direito de comprar armas e munições. E eu não fui além do que está previsto na lei do Estatuto do Desarmamento”, disse. Na última quarta-feira a CCJ do Senado aprovou um projeto de decreto legislativo que susta as regras mais permissivas de Bolsonaro. Como a derrota em plenário era considerado “favas contadas” pelos governistas, a sessão foi adiada na tentativa de conseguir votos para barrar a derrubada.