Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro contesta números de São Paulo e do mundo sobre o coronavírus

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O presidente Jair Bolsonaro agora declarou guerra contra os números que diariamente são apresentados sobre a expansão da pandemia de coronavírus. Em uma entrevista para a TV Bandeirantes, o atual ocupante do Palácio do Planalto focou especialmente em atacar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), por insistir nas medidas de isolamento social. “Pode haver uso político dos números. Em São Paulo eu não estou acreditando (nos dados sobre os infectados e mortos  por coronavírus)”, disse Bolsonaro.

A entrevista com o presidente Jair Bolsonaro nesta sexta

A entrevista com o presidente Jair Bolsonaro nesta sexta Foto: Reprodução/TV Bandeirantes

O próprio Ministério da Saúde admite que os números brasileiros estão subnotificados devido a falta de exames. Ou seja, a tendência é que a situação seja pior da revelada diariamente tanto em número de contaminados quanto em número de mortos. Mesmo assim, Bolsonaro afirmou que é “chute” as previsões de um grande número de mortos no Brasil.

Até mesmo os números da Itália, da Espanha e dos Estados Unidos não serviriam, segundo Bolsonaro, para moldar as ações brasileiros de enfrentamento à pandemia. “Não tem que procurar números de fora do Brasil para justificar medidas aqui dentro”, afirmou o presidente. Disse ainda que na Itália “muitas mortes não são por covid-19”.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarocoronavírusnúmerosmortes