Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro decreta que culto religioso é atividade essencial

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

No atual contexto de judicialização pela realização de cultos religiosos diante da pandemia do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro editou um decreto nesta manhã de quinta, 26, que inclui as atividades religiosas na lista de serviços considerados essenciais no combate ao patógeno. A realização das atividades deverá obedecer “determinações do Ministério da Saúde”. Doze itens foram incluídos no decreto anterior editado por Bolsonaro na sexta passada, dentre os quais figuram atividades médico-periciais, atividades de pesquisa científica e laboratoriais, lotérica e os cultos religiosos. A CNBB informou à TV Globo que a recomendação às igrejas é para que se mantenham abertas aos fiéis, mas sem missas. Já as pentecostais, especialmente do Rio de Janeiro e de São Paulo, defendem a realização de cultos.

CNBB afirmou que a recomendação é para que igrejas se mantenham abertas aos fiéis, mas sem missas

CNBB afirmou que a recomendação é para que igrejas se mantenham abertas aos fiéis, mas sem missas Foto: Eloisa Lopez/Reuters