Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Bolsonaro defende Weintraub e critica Paulo Freire

Equipe BR Político

Apesar de nos bastidores ser forte a avaliação de que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, será demitido no próximo ano, o presidente Jair Bolsonaro voltou a destacar a atuação do auxiliar. “No meu entender, ele está sendo excelente. Tem certos jornalista criticando. Está indo bem”, disse Bolsonaro nesta quarta-feira, 18, a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Ainda sobre a Educação, o presidente disse que o projeto “Escola Sem Partido” já está em operação, mesmo sem uma lei específica. “Já tem impresso nos cadernos o que o aluno tem direito. (Se) o professor quer falar que o PT é legal, o aluno pode falar o contrário sem ser perseguido”, disse.

Mais uma vez, Bolsonaro deixou claro seu interesse na reeleição. Ao ser questionado por uma apoiadora sobre uma eventual volta de disciplinas de “educação moral e cívica” nas escolas, Bolsonaro disse que “tem coisa que só podemos mudar em 2022”. E voltou a criticar o educador Paulo Freire: “Agora, essa filosofia desse tal de Paulo Freire…16 anos e olha como está a educação no Brasil”, afirmou Bolsonaro, que chamou o educador de “energúmeno” nesta semana.